top of page
  • Foto do escritorRedação

Irwing King Kong vai em busca do segundo cinturão no SFT

Atleta paranaense vai disputar o título meio-pesado da organização no dia 6 de maio


Irwing fará estreia na divisão dos meio-pesados pelo SFT (crédito foto: SFT)


Irwing King Kong retornou ao Brasil em seu último compromisso com vitória, quando derrotou Edvaldo Gameth por finalização com apenas menos 4 minutos de combate. Após lutar no palco do Imortal FC, Irwing irá retornar ao cage do evento que se consagrou há mais de 3 anos, quando conquistou o título dos médios do SFT. Agora o lutador irá em busca do título na divisão até 93kg, quando enfrenta Marcos Brigagão no dia 05 de maio. Questionado sobre a luta que em qual categoria deve seguir, o atleta demonstrou confiança:


— A expectativa é sempre muito boa. Esse ano estou animado, e vou dar uma agitada no MMA nacional. Sobre o meu retorno à 84, ou continuar na 93, vou focar na 93 agora que a luta atual, então um passo de cada vez. Mas o show está garantido, seja em qual for — declarou Irwing.

Após a última vitória, Irwing King Kong deu fim a uma sequência negativa na carreira, emplacando a sua décima oitava vitória. No palco do SFT, o lutador fez a sua última luta em janeiro de 2020, quando chamado de última hora para o evento, desbancou o até então campeão Rene Soldado com uma atuação que surpreendeu a todos. Querendo repetir o feito que o fez ficar no holofotes do MMA brasileiro, o atleta falou sobre o que podem esperar nesse retorno à organização:


— Podem esperar o meu melhor como sempre. Meu preparador físico, Madison Filho e meu head coach Iuri Machado estão cada dia me deixando mais duro. Estou afiando as armas cada dia mais, então teremos novas surpresas, quem sabe vem mais uma finalização por aí — finalizou Kong.

Natural da cidade de Ivaiporã, no Paraná, Irwing ostenta atualmente no cartel 18 vitórias, sendo que venceu 9 de seus oponentes por nocaute ou nocaute técnico, e 7 por finalização. Ex-número 1 do Brasil na divisão dos médios e peso-por-peso, o atleta não perde uma luta no país há 5 anos.

10 visualizações0 comentário
bottom of page