top of page
  • Foto do escritorRedação

Ariane Guarnier revela desejo de lutar MMA: “É algo que tenho dentro do meu coração"

Uma das maiores atletas do Brasil quando o assunto é jiu-jitsu feminino e defesa pessoal, Ariane Guarnier ainda sonha com novos objetivos e conquistas na carreira: "Ainda não chegou a hora, mas vai chegar”


(Fotos: Arquivo pessoal / Ariane Guarnier)


Consagrada na arte suave, campeã mundial e brasileira na modalidade e faixa-preta 2º grau, a lutadora revelou o desejo de

se aventurar nas artes marciais mistas e sentir a emoção de estar em um cage pela primeira vez:


— Se tem algo que eu preciso fazer por amor a minha vida é lutar MMA, é algo que tenho dentro do meu coração. Esse desejo de me aperfeiçoar na luta vem desde muito tempo, já treinei boxe, muai thay e kickboxing, gosto bastante da luta em pé e entrei no kravmagá para melhorar e aprender mais sobre defesa pessoal, me sinto viva quando treino, isso me move — revelou a lutadora.


Graduada recentemente a faixa-laranja de kickboxing, Ariane acumula diversas funções, já que além de trabalhar na Petrobras e estar como Presidente da Federação de Jiu Jitsu do Estado do Espírito Santo, ainda é CEO e administra a “Além dos Tatames”, sua própria academia em Vila Velha-Espírito Santo. Faixa-marrom de kravmagá, Ariane Guarnier nesse ano já está apta a participar do exame de graduação para se tornar faixa-preta na modalidade. Questionada de onde veio a sua paixão pelas artes marciais, Ariane surpreendeu ao falar sobre o primeiro estilo de luta que praticou em sua vida:


— Eu sempre gostei muito de várias modalidades de luta, comecei na capoeira e apenas depois migrei para o jiu-jitsu, mas sempre treinei MMA e busquei me aperfeiçoar na “luta em pé”. Foi muito legal chegar à faixa-laranja de kickboxing, acho importante você trabalhar na evolução de acordo com o sistema de graduação da modalidade — declarou Ariane ao falar sobre seu exame de kickboxing.


Ariane Guarnier tem várias amigas pessoais, que antes de irem ousar sonhos maiores dentro do MMA fora do ES, treinavam juntas no estado, dentre elas, Jessica Delboni, atleta profissional do Invicta e ex-detentora do cinturão do evento, Tatiane Aguiar e Karol Rosa, atleta do UFC.


A lutadora inclusive já sentiu de perto toda a atmosfera de uma luta de MMA, já que acompanhou Karol Rosa, em uma luta no Ultimate em Las Vegas em 2020. Como córner, Ariane acompanhou de perto os últimos dias de treinamento e o corte de peso da amiga, além disso teve a oportunidade de visitar as instalações do UFC em Las Vegas, que é o principal Instituto de Performance no mundo do Ultimate.


Em setembro de 2022 Ariane Guarnier esteve novamente no Instituto do UFC em Vegas treinando com as novas amigas e atletas do UFC, Maria Oliveira e Denise Gomes, que inclusive, lutou no último final de semana (15 de março de 2023) no UFC em Kansas-EUA, e venceu a luta com um nocaute sensacional, no 2º round. Já Karol Rosa lutará nesse próximo final de semana (22 de abril de 2023), no UFC Apex, em Las Vegas. Ariane falou ssbre como foi sentir o gosto de estar nos bastidores de um grande evento internacional de MMA


— Fico muito feliz em acompanhar, ver esses resultados e de ter a oportunidade de treinar com atletas de ponta nas artes marciais mistas — finalizou Ariane.


Ariane ainda não tem previsão de estreia nas artes marciais mistas, pois tem se dedicado a recuperação de lesões e a implementação de um grande projeto, inovador e diferenciado, onde integra “Inteligência Emocional nos Tatames” com a missão de “Formar Campeões Para a Vida”, mas está de olhos abertos nas oportunidades para realizar mais um grande sonho na sua grande carreira.

9 visualizações0 comentário
bottom of page